Vem!

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

{ Devocional do dia } História de amor

Olá, meninas! Desculpe a demora pra postar a devocional de hoje, é que a noite foi "pauleira" no hospital e precisei dormir até mais tarde; e também porque vou trabalhar hoje novamente (e amanhã de novo!).
A mensagem será transcrita do site Lagoinha.com.


História de Amor

Leitura bíblica: João 3:1-21

Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo 3.16.)

O casal apaixonado se preparava para o casamento quando, por motivos políticos, o rapaz foi preso e condenado à morte. Deveria ser enforcado ao meio-dia, assim que o sino soasse. A noiva tentara todos os recursos possíveis para salvar o seu amado, mas nada conseguira.
Chegou o dia da execução. Na sentença escrita, o martírio se daria ao soar o sino. Ela sabia que o sineiro era surdo, devido ao seu serviço. Então, sem ser vista, a moça subiu as escadarias do campanário até onde estava o pesado sino. Amarrou vários panos nas mãos e no badalo. E, quando o sineiro colocou-se em posição de fazer soar o sino, ela se agarrou ao badalo.
Cada toque do sineiro era um grande brado de dor; suas mãos sangravam e foram sendo esmagadas pelas doze badaladas. Ao final, desmaiara de dor, e o sangue corria vivo de suas mãos.
Lá embaixo, sobre o cadafalso, seu noivo, com os olhos vendados, aguardava o sinal para seu último suspiro. Mas, para surpresa de todos, o meio-dia passou e o sino, pela primeira vez na história daquela cidade, não soou. O sineiro saía do campanário, trazendo no rosto o sinal de “missão cumprida”. Então todos correram para ver o que acontecera, e, junto ao sino, encontraram a jovem desfalecida.
O coração do rei, movido por tão grande prova de amor, deu ao jovem o perdão. As mãos da moça nunca mais foram as mesmas; tornaram-se feias e deformadas. Mas seu amado estava salvo. E puderam viver seu amor.

As mãos de Jesus também foram perfuradas para nos trazer a salvação. Ele se deu por amor a nós. Será que você vai rejeitar tão grande amor?


“Amor, que por amor morreste,


Ó quanta dor não padeceste,


Minh’alma para salvar


E meu amor ganhar.”



Pai, não podemos entender tão grande amor por nós. Temos sido ingratos e desatentos para contigo. Perdoa-nos e dá-nos uma vida transbordante desse amor, demonstrando-o para contigo, para com o próximo. Amém.


Do livro: Dia-a-dia - meditações para uma vida com Deus
 
Desejo um final de semana abençoado a todos e todas!!!
Bjos

3 comentários:

Maria Luiza disse...

Oi Lígia,

hoje, passeando pelos blogs procurava algo que não falasse de casa, decoração, moda...
"Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu..." (Chico Buarque)
Seu devocional me tocou profundamente....te agradeço muito e peço a Deus que te abençoe muito!
Que amor é esse, tão grande, profundo que é capaz de se sacrificar por nós?
Só quem já teve uma experiência pessoal com Jesus entende tão grande amor!
A Igreja Batista Lagoinha é aqui de BH, sabia?
Assisto os programas pelo canal 23 da NET,Rede Super.
Congrego na 8ª Igreja Presbiteriana de BH.
http://www.oitavaigreja.com.br/

bjs e de novo obrigada irmã blogueira!!!rsss

Lídia Lima disse...

Oi Lígia,
que linda mensagem, amei! Não há amor maior que este né? e as pessoas simplesmente se esquecem...
Jamais poderei esquecer tão grande amor e sacrfício, Jesus é o único digno de louvor e adoração por tudo o que Ele é,fez e faz por nós.

bjim pra vc querida
ótimo fim de semana.

Alma Aprendiz disse...

olá amiga

adorei te conhecer, saber oque te faz feliz.....enfim percebi que tu és bem familia

Amei o texto e teu espaço
voltarei com certeza
Boa smana para tí e muita pa